"A ecoeficiência pode ser entendida como um patamar de eficiência organizacional alcançado quando são entregues bens e serviços com preços competitivos, que satisfaçam as necessidades humanas e melhorem a qualidade de vida, ao mesmo tempo em que os impactos ambientais e a intensidade de uso de recursos naturais são reduzidos a um ponto que o meio ambiente suporte em um equilíbrio dinâmico." (adaptado de: WBCSD. Eco-Efficiency, 2002).

A ecoeficiência faz parte de nossa gestão estratégica, que vincula o desempenho ambiental ao financeiro por meio da otimização de processos, reciclagem, inovações tecnológicas e economia no uso de recursos naturais e materiais. O objetivo é reduzir o impacto ambiental e contribuir para a eficiência operacional.

De forma integrada, consideramos as questões ambientais no desenvolvimento das atividades e, por meio do Programa Gestão da Ecoeficiência, investimos em iniciativas com metas específicas para a redução do consumo de água, energia, papel de impressão e emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). O programa é desenvolvido pela área de Sustentabilidade Corporativa e envolve diversos departamentos, que são responsáveis pelas iniciativas e pelo monitoramento de dados e indicadores, acompanhados e validados pela Comissão e pelo Comitê de Sustentabilidade.

Entre 2010 e 2015 o primeiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência foi desenvolvido e encerrado com sucesso, alcançando as metas estabelecidas. Para dar continuidade ao processo de melhoria, em 2016 um novo ciclo foi iniciado e se estenderá até 2018, com metas absolutas anuais, tendo como base de comparação o ano de 2015.

Em 2019 iniciamos o terceiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência, que contou com o diferencial de ter parte de suas metas (consumo de energia, frota terrestre e frota aérea) alinhadas aos níveis de ambição previstos no Acordo de Paris para limitar o aquecimento global em até 2ºC, de acordo com as ferramentas setoriais indicadas pelo Science-based Targets initiative (SBTi).

Contamos com o envolvimento e engajamento das mais diversas áreas para a implementação de projetos e ações para redução dos impactos ambientais da Organização, além da participação no processo de monitoramento dos dados da nossa performance ambiental.

Os dados são compilados e analisados trimestralmente, e parte deles compõem o Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa, elaborado anualmente de acordo com a norma ABNT NBR ISO 14064-1 e especificações do Programa Brasileiro GHG Protocol, auditados por terceira parte independente.

 

ISO 14001 - Sistema de Gestão Ambiental

O que é?

Norma reconhecida internacionalmente, desenvolvida para que a Organização possa controlar seus impactos ambientais significativos e melhorar continuamente suas operações.

Objetivos

Reduzir:

  • Consumo de energia elétrica;
  • Consumo de água;
  • Geração de Resíduos;
  • Emissões de Gases de Efeito Estufa;
  • Investir em programas (Educação Ambiental, Ecoeficiência e tecnologias associadas). 

Além disso, assegurar o atendimento às legislações ambientais. 

Escopo

Gestão das atividades de infraestrutura e manutenção predial da Organização Bradesco, destacando-se o gerenciamento dos indicadores estratégicos do consumo de energia e água e da geração de resíduos no Núcleo Cidade de Deus, incluindo o CTI - Centro de Tecnologia da Informação, situado na Cidade de Deus, Osasco/SP, no Edifício Paulista/Itapeva, situado na Avenida Paulista, 1.450 e Rua Itapeva, 782, São Paulo/SP, no Núcleo Vila Leopoldina situado na Rua Dr. Seidel, 425 São Paulo/SP , Edifício Campinas situado na Av. Moraes Sales, 668  Campinas/SP, no Núcleo Alphaville situado na Av. Alphaville, 1500 Barueri/SP, no Edifício BH Comércio situado na Rua Rio de Janeiro, 328 Belo Horizonte/MG, no Edifício Santa Cecília situado no Largo Santa Cecilia, 47 São Paulo/SP e também no Edifício Alpha Building situado na Av Alphaville 779 Barueri/SP.

 

Confira nossa performance:
 

Consumo de Água (de concessionária, captada de poços e água pluvial)
  • O primeiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2011-2015) registrou uma redução absoluta de 3% (45.815 m³) no consumo de água.
     
  • Para o segundo ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2016-2018) foram definidas metas absolutas de redução do consumo de água de 4,2% em 2016, 2,5% em 2017 e 2% em 2018. No total, reduzimos 24% do consumo de água na Organização, durante o período de 2016 a 2018.
     
  • Em 2019 iniciamos o terceiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2019 - 2021), onde estipulamos uma meta de reduzir em 6,98% o consumo de água.
     
  • Ainda em 2019 tivemos um aumento no consumo de água por conta de obras de infraestrutura em nossa matriz, aumentando o consumo de água em 9% se comparado a 2018.

 

 

Consumo de Energia Elétrica
  • No segundo ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2016-2018) foram definidas metas absolutas de redução de consumo de energia de 2,4% em 2016, 1,5% em 2017 e 1,3% em 2018.
     
  • O consumo de energia elétrica da Organização Bradesco em 2016 (542.880 MWh - inclui as operações totais do HSBC Brasil) apresentou uma redução de 6% se comparado a soma do consumo total da Organização Bradesco e do HSBC Brasil em 2015 (577.441 MWh).
     
  • Em 2017 elaboramos o Plano Diretor de Eficiência Energética Corporativo (PDEE), que contempla um conjunto de recomendações e diretrizes com o objetivo de canalizar todos os projetos e iniciativas de curto, médio e longo prazo, voltadas ao uso racional e eficiência energética. Ao final do Plano, em 2022, espera-se uma redução no consumo de 22% comparado com o ano de 2016.
     
  • No Plano Diretor de Ecoeficiência (2019-2021) seguimos os objetivos do PDEE e estipulamos a meta de reduzir em 12,6% no consumo de energia elétrica, sendo: 3,7% em 2019, 5,6% em 2020 e 3,7% em 2021.
     
  • Em 2019 tivemos elevação no consumo de energia elétrica por conta do investimento em infraestrutura em nossa matriz e novas instalações administrativas, aumentando o consumo de energia em 0,32% se comparado a 2018.
     
  • Como destaque para 2019, tivemos a redução em 7,5% no consumo de diesel dos geradores de energia. Tal redução se deve à eficiência dos testes de interrupção de energia do Plano de Continuidade de Negócios.
     
  • Ainda em 2019, assumimos o compromisso público de, ainda em 2020, suprir em 100% a demanda por energia elétrica da Organização através de fontes renováveis de energia.

 

 

 

Resíduos
  • O primeiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2011-2015) alcançou uma redução de 10 toneladas de resíduos destinados a aterros (45%).
     
  • Durante o segundo ciclo do Plano (2016-2018) iniciamos as revisões anuais da metodologia de extrapolação para agências, ampliando a amostragem para os Estados, além da ampliação da coleta seletiva para mais prédios administrativos.
     
  • De 2010 a 2019, 48.091 toneladas de resíduos foram destinados à reciclagem.
     
  • Do total de resíduos gerados em 2019, cerca de 6 mil toneladas foram destinadas a aterros - o que representa uma redução de 18% em relação ao ano anterior.

Viagens a Negócio
  • Para consolidar os dados são consideradas as distâncias, em milhões de quilômetros, percorridas usando frota própria terrestre e aérea, percursos reembolsados pela Organização pelo uso de veículos particulares de funcionários em suas atividades de trabalho, distâncias percorridas com uso de táxis e transporte por aplicativos, bem como deslocamentos aéreos em voos comerciais e aeronaves fretadas.
     
  • No segundo ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2016-2018) foram fixadas metas de redução absoluta de emissões de gases de efeito estufa por viagens a negócios, de 3% ao ano em frota própria terrestre e de 2% ao ano para táxi.
     
  • Neste período, superamos a meta correspondente a frota terrestre e reduzimos, 13% as emissões de CO2 deste aspecto. Já para táxis, tivemos um aumento de 83% das emissões por conta do aumento da cobertura de monitoramento.
     
  • Para o terceiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2019-2021) planejamos metas de redução de combustível para frota aérea própria (em 6,78% para 2020 e o mesmo valor para 2021) e de redução de quilometragem para deslocamentos aéreos (em 1% para 2020 e 2021), além de redução de custos para deslocamento através de táxi ou aplicativos de mobilidade (2019: 4,2%; 2020: 1,12%; e 2021: 1,12%).
     
  • Tivemos um aumento de 0,6% na utilização de táxi e aplicativos de mobilidade, quando comparamos com 2018. No entanto, estamos trabalhando na otimização do monitoramento, na expansão da disponibilidade de ferramentas mais eficientes e na disponibilização de infraestrutura para reuniões não presenciais, visando a redução da utilização desse aspecto.
     
  • Como destaques de 2019 tivemos a redução em 19% do consumo de querosene de aviação da nossa frota própria aérea.
     
  • Ainda, destacamos uma redução de 8% na utilização de aviões de carreira, em comparação com 2018, por conta de mudanças de critérios corporativos para voos, buscando a redução da utilização. 

 

Consumo de Papel de Impressão
  • O primeiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2011-2015) alcançou uma redução no consumo de papel de impressão de 5.463 toneladas (43,4%).
     
  • Para o segundo ciclo do Plano (2016-2018) foram definidas metas absolutas de redução no consumo desse tipo de papel na ordem de 5% ao ano. Como resultado, obtivemos a redução de 23% se comparamos com o ano-base (2015).
     
  • Para o terceiro ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2019-2021), definimos metas anuais de redução (2019 - 20%, 2020 - 2,98% e 2021 - 2,98%), correspondendo a uma redução na ordem de 24% com relação ao ano base (2018).
     
  • Em 2019 o consumo de papel de impressão foi de 2.246 toneladas, ou seja, 17,6% menor do que em 2018.
     
  • Como destaque de 2019, tivemos a implementação do programa Papel Zero no Grupo Bradesco Seguros, que programa busca aliar a conscientização no consumo com projetos de digitização de processos. No ano, foi alcançada uma redução de 45% no consumo de papel no Grupo Bradesco Seguros em comparação com 2018.
     

 

 

 

Emissões de Gases de Efeito Estufa
  • Anualmente a Organização Bradesco desenvolve e publica o seu Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) de acordo com a norma ABNT NBR ISO 14064-1 e especificações do Programa Brasileiro GHG Protocol. Nossos inventários são auditados por terceira parte independente.
     
  • O segundo ciclo do Plano Diretor de Ecoeficiência (2016-2018) contemplou metas de redução que representavam 86% das emissões de escopo 1 e 2, além de 22% das emissões de escopo 3. No total, o Plano cobriu 37% das emissões da Organização.
     
  • No terceiro ciclo do Plano (2019-2021) optamos por uma abordagem de metas de consumo, ao invés de emissões, para facilitar a mensuração ao longo do ano, a gestão e a comunicação com as diversas áreas da Organização. O conjunto de metas tem expectativas de reduzir 10.202 tCO2eq frente ao ano base (2018).
     
  • O aumento das emissões totais em 2019, em comparação com 2018, ocorreu principalmente devido à elevação de 6% nas emissões do deslocamento casa-trabalho dos funcionários e o aumento em 26% das emissões de transporte e distribuição upstream - referentes à Transporte de Socorro (Bradesco Seguros). Ambos os aspectos representam 68% das emissões totais da Organização.
     
  • Como destaque positivo, reduzimos em 26,55% as emissões de gases refrigerantes utilizados em sistemas de ar condicionado. Esta redução ocorreu, principalmente, pelo investimento em aparelhos refrigeradores mais eficientes, uso de gases menos intensivos em carbono e avanço no monitoramento.
     
  • Em 2019 assumimos o compromisso de compensar 100% das emissões de GEE geradas de forma direta e indireta por nossas operações, cobrindo todos os aspectos de escopo 1, 2 e 3 hoje monitorados e publicados pela Organização.
     

 

 

 

  

 

Cookies

  • São cookies necessários para que o site funcione adequadamente ou para fornecer o serviço solicitado pelo usuário. Desta forma, são cookies de personalização que permitem que o usuário se lembre de informações, como algumas características que podem diferenciar sua experiência da experiência de outros usuários, como o idioma ou o número de resultados a ser mostrado numa busca São considerados necessários e, portanto, não estão sujeitos a consentimento.
  • Esse tipo de cookies nos permite reconhecer e contabilizar o número de visitantes em nosso site e analisar como ele é navegado e utilizado Eles permitem a execução de perfis de navegação, mas não coletam informações pessoais Isso inclui Google Analytics um serviço de análise da web fornecido pelo Google, Inc Para mais informações sobre como o Google coleta e processa essas informações, acesse: policies google
  • Você pode consultar nossa política de cookies a qualquer momento aqui ou no site.
  • Aceitar e Salvar